terça-feira, dezembro 31, 2013

Adeus 2013





Ultimo dia do ano,
E a retrospectiva passa em sua mente,
Passa os dias bons e ruins,
Passa as lágrimas que te fizeram serem forte,
As alegrias que te ensinaram a ver a vida com outros olhos.


Incrível como o tempo passa,
Tudo, passa tão rápido,
Que  percebemos quantas coisas deixamos o tempo levar,
Que poderia ter aproveitado mais,
Viajado mais, abraçado mais, beijado mais.


O tempo passa, e esquecemo-nos de viver com alegria,
Por causa de feridas que nos machucaram,
De lágrima que nos tornou uma pessoa fria,
Por momentos que nos enlouqueceram.


E chega o final do ano...
Onde tentamos conserta os erros,
E viver tudo em apenas uns dias do mês.
Mas agora, tarde de demais...


 O que tem que ser feito,
Tem que fazer o ano todo,
Não só na contagem regressiva...
Não só no final do ano.


Porque agora é tarde pra pensar em fazer alguma coisa,
Adeus tristeza, Adeus lembranças más...
Adeus ano velho!
Adeus 2013...



Panmela Pacheco

Não deixe de sonhar




Verdade que quem  quer consegue.
As vezes parece tão impossível realizar um sonho.
Viver um sonho.


Sonhar degraus altos é fácil,
Querer ir além, talvez seja fácil,
Coragem? Nem todos tem,
Mais sonhar não é impossível.

Impossível talvez seja realiza-los,
Mas que custa sonha- lós ?

Que custa brincar com a imaginação?
Qual problema de ir longe,
Conhecer lugares sem gastar nada?

Sonhos são assim, te leva pra lugares maravilhosos,
Te fazem crescer, viver e sonhar mais.

 E nada é cobrado, pressionado, apenas realizados...

Mas viver esses sonhos seja talvez impossível...
Mas sonhar te torna capaz de lutar.
Sonhe, sonhe alto, o mais alto.
Mas não deixe de sonhar.


Sonhe com espaço,
Sonhe com a lua, com o sol.
Sonhe com novos dias,
Com o novo amanhã,
Com lugares,
Por milhares.


Mas não deixe de sonhar, acreditar.
Porque sonhar te fará realizar,
Sonhe grande, sonhe...
Novos sonhe mais sonhe!

Panmela Pacheco

sexta-feira, dezembro 20, 2013

"Aquele Menino"





Aquele menino,
Cujo á esperança brilhava,
Seu coração palpitava,
Mas as alma chorava.


Aquele menino
Que vive sorrido,
Que canta sorrindo,
Mais sua alma chora.


Aquele menino
Que sente saudade
Que abraça com o olhar,
Mais sua alma chora.


Aquele menino
Que de tão pouca beleza,
Não liga pra tristeza,
Mais sua alma chora.


Chora por um carinho,
Chora por uma atenção,
Chora sua família,
Com aperto no coração.


Ninguém o entende,
Porque tanta atenção,
Só sabe o  julgar e chamar sua atenção.
Pobre menino...
Agora, o que doeu foi meu coração.


Aquele menino,
Que distrai se, disfarça-se,
Mas sua alma chora,
Com motivo e com razão.


Sua família está longe,
E ele sente falta daquela atenção,
Família faz falta, diz a sintonia da vida e de seu coração...
Pobre menino.

Panmela Pacheco

quinta-feira, dezembro 05, 2013

"Cuida de MIM"


Eu sei que não mereço mais Senhor,
Aquele seu abraço, seu toque, o seu brilho em mim.
Eu sei que não mereço mais...
Eu sei que não mereço ser chamado de sua filha, ser sua filha,
Eu não mereço...

Mas mesmo assim segura em minhas mãos,
Tira-me desse chão, não é chance que eu venho te pedir,
Porque muitas já me deram.
Mesmo sem as merecer.

Só te peço, por favor, cuida de mim com seu amor.
Eu só quero sentir me segura e saber que estais  comigo,
Que sua mão me guiará mesmo contra minhas vontades.

Porque  Senhor bem sabes que não tenho mais seus sonhos,
Não tenho mais suas vontades, o seus desejos de lutar.

Eu mudei, apaguei em mim aquele brilho de criança inocente que sonha o mais alto.
Hoje quero viver outra vida, Sonhar outros sonhos,
Mas quero saber que estais junto a mim.

Por favor, não me abandonas, Me ajuda a confiar em ti,
Segura minhas mãos o mas forte que puder,
Mas não deixe me morrer.

E mesmo se eu desistir, o Senhor me conhece e sabe que tentei chegar ao fim.
Então, só abrace me,segure me forte,mas não deixe EU ir sem VOCÊ.

Porque eu tento prosseguir,
Tento chegar ao fim,
Mas...

Mas, o Senhor sabes.
Cuida de mim...


Panmela Pacheco