quinta-feira, setembro 27, 2012

Palavras




Antes desenhava para expressar o que sentia,
E em cada linha, cor, formato era algo que dizia.

Hoje escrevo,
Talvez sem emoção,
Sem explicação,
Mais consigo expressar o que está em meu coração.

A cada vírgula,
Pontos, e exclamação,
Forma uma poesia, forma uma citação.

O tempo passa rápido demais,
As palavras se perdem no caminho,
Os detalhes são esquecidos.

E o que me resta são as palavras escritas,
O papel já desbotado,
E a caneta para continuar a inspiração.

Porque as palavras?
São palavras!
E o vento os leva...
Panmela Pacheco

sexta-feira, setembro 21, 2012

"Apaixonar- me"




Eu queria apaixonar- me por sorriso,
Apaixonar- me por um abraço,
Queria apaixonar- me por um beijo,
Queria ter o brilho nos olhos ao falar seu nome.

Queria às vezes ser normal,
Queria que as palavras conquistassem- me,
Que meu olhar se encontrasse,
Queria mesmo apaixonar- me.

Queria olhar para as estrelas
Lembrar- me de alguém,
Sonhar com alguém,
Apaixonar- me!
Quem sabe, amar...

Panmela Pacheco


terça-feira, setembro 04, 2012

"Surpreendente"




Surpreendente é presenciar o que nunca imaginou,
É andar por onde sempre sonhou,
É falar o quer, sem ouvir o que não quer.
Surpreendente é imaginar e acontecer.

Surpreendente sentir o que nunca sentiu,
Com alguém que nunca imaginou estar.
É olhar nos olhos dela, e descobri que sua fraqueza é você.
E em cada toque percebe o que cada um quer dizer.

Surpreendente é sentir no beijo
O que a falta de coragem,
Não o deixa dizer;

É esquecer o mundo por instante,
E viver o “eu e você”.
Surpreendente é saber
Que ele não tem nada vê com você,
Mas é ele que te faz enlouquecer.

Surpreendente é escrever sobre VOCÊ,
E ter palavras que não imaginava ter,
Surpreendente é me surpreender.

É descobri que detalhes faz á diferença,
Mais que nem tudo que aparenta ser é,
Surpreendente é não esquecer,
e estar aqui escrevendo sem ter pra quem dizer.

É, surpreendente...

Panmela Pacheco