quinta-feira, setembro 27, 2012

Palavras




Antes desenhava para expressar o que sentia,
E em cada linha, cor, formato era algo que dizia.

Hoje escrevo,
Talvez sem emoção,
Sem explicação,
Mais consigo expressar o que está em meu coração.

A cada vírgula,
Pontos, e exclamação,
Forma uma poesia, forma uma citação.

O tempo passa rápido demais,
As palavras se perdem no caminho,
Os detalhes são esquecidos.

E o que me resta são as palavras escritas,
O papel já desbotado,
E a caneta para continuar a inspiração.

Porque as palavras?
São palavras!
E o vento os leva...
Panmela Pacheco

Nenhum comentário:

Postar um comentário