quinta-feira, fevereiro 28, 2013

“Apenas momentos”


Ultimo dia do mês?
Você, suspira, e diz de peito cheio:
- É, venci!

Alguém lhe pergunta:
-Foi bom?
Calado com olhar frio talvez responda,
Ou, simplesmente se cala.

Cada dia é um dia,
Cada hora, uma hora,
Há dias que sorrimos,
Outros que choramos.
Mais não deixa de existir na memória.

Ah dias felizes que queríamos que o tempo parasse.
Ah dias de mau humor, que fechamos os olhos,
Não querendo enfrenta- lo.

Ah dias que queremos conversar,
Outros que queremos apenas ouvir.
E outros que o silencio é tudo.

Têm horas que dá aquele sono,
Mais também há momento que estamos elétricos.
Ah horas que queremos um abraço,
Ou simplesmente esta do lado de alguém.

São momentos que todos nos temos,
Não é a idade, nem o amor,
Nem o caráter, nem o sorriso,
Nem o dinheiro.
Mais sim o tempo que nos proporcionará cada momento!

Panmela Pacheco






quarta-feira, fevereiro 20, 2013

"Frígida"



Às vezes sinto me segura demais
Não ligo para a direita,
Nem ligo para esquerda,
Sigo meu caminho sem medo.

E quem quiser comigo caminhar,
Terá que me aceitar assim.
Sem reclamar,
Sem medo de cair,
Mais levantar e conquistar!

Eu já chorei demais,
Como também já sorri a ate chorar.
Eu já fingi um sorriso,
Assim como já fingi uma lagrima.

Já conquistei corações,
como já parti um...
Já sofri por amor,
Mais já tive momentos felizes.

Hoje se choro, não sofro mais por chorar.
Se sorrio, mantenho a alegria, ou, tento!
Se cair, eu levanto!
E se eu perco, sei que pelo menos eu tentei!

Mais não choro mais pela perca,
Não morro mais de ciúmes,
Vivo cada momento como se fosse mesmo o ultimo.
E deixo acontecer.

Por que o amanhã?
Só Deus sabe!
E é Ele que está no controlo,
Vivo sem medo,
Canto, choro, pulo e vivo!

Porque a vida ensinou me ser muito mais que queremos,
Que mais vale tentar ser feliz vivendo o presente,
Do que chorar e tentar viver  novamente o passado.

Panmela Pacheco

 

quarta-feira, fevereiro 13, 2013

Simples assim: Dance!



A música faz me refletir de uma forma incrível.
Leva-me a lugares altos,
Viver momentos de sonhos,
E sonhar outros sonhos.
Mais dançar;
faz me ir além dos sonhos,
Viver em  outro mundo,
Sorrir mais que a felicidade.
Leva-me ao mais profundo da  alma.
Em cada passo; Um sorriso,
Cada ritmo ganha se um sorriso.
E cada melodia  faz se a alma alegrar se.
A alma canta,
A alma também dança,
É ela que sente os simples passo da dança.
Porque dançar?
É soltar, é viver a alegria.
Não é apenas dançar, mais viver a música.
Viver VOCÊ.

Panmela Pacheco

segunda-feira, fevereiro 04, 2013

Ágape




Quando você ama alguém e não é correspondido,
Apreende se a superar;
Com lagrimas...

Mais quando você vê quem você ama,
Sofrendo por outro amor;
Você sofre junto.

Se pudesse você tiraria a dor da outra pessoa,
e Alegraria seu coração.

Enxugaria suas lagrimas,
Abraçaria...
Até mesmo choraria por ela;
Para não vê-la chorando.
Porque o amor compreende,
É paciente, perdoador,

Porque quem ama,
Ama as qualidades,
Não enxerga os defeitos.
Tudo suporta, por tudo espera.

Amar, não é apenas dizer “eu te amo”.
Mais simplesmente uma forma de demonstrar esse amor,
Não somente em palavras,
Mas com atitudes.

Viver os sonhos do outro,
sorrir, chorar,
Enfim amar com coração.

Seja essa pessoa um amigo,
esposo, pais ou seu irmão...
Apenas ame com seu melhor.
Ame!
Panmela Pacheco