terça-feira, abril 26, 2011

" Mascara"

Através da mascara
Esconde se o olhar
Esconde se o rosto
Esconde se o Eu

Não quer reconhecer
Quem é, e nem para onde vais,
Quer a distância,
Longe de lembranças.

Nada melhor que sonhar
Nada melhor que viver
Mas até quando?

Quando a mascara cair,
Talvez seja tarde demais
Longe demais
E distante de tudo que já conquistou.

Á mascara, ela cai...
A face desfaz,
A boca cala se
E o olhar fala...

Mas até quando?
Quando ela cair?
Não!
Deixe você ela,
E viva você!

Viva sem mascaras
Sonhe sem mascaras
Ame sem mascara
E veras que nem falta sentiras...

Porque nada como olhar no espelho
Ver-te nele, e ser
 Você mesma,
Sem mascara...


Panmela Pacheco

Cidadezinha


Naquela cidadezinha foi onde nasci,
É naquela cidadezinha que aprendi
O Uâi,
Oh burro!
E gírias do dia-a-dia.

É nela mesma que tem pão de queijo
Goiabada, doce de leite,
É naquela cidadezinha tão pequenininha
Mais cheios de historinha daquela menininha.

Mamãe e Papai se conheceram por aqui,
Mamãe conhecida pela beleza,
Papai pela esperteza.
É cidadezinha!

Uâi !
É tudo bonitinho prâ raio sô!
As mais simples falas cantadas,
As mais simples árvore já plantada.

Não me importa o tamanho
Este é o lugar,
É, é aqui que vou ficar!
Nas Minas Gerais, a minha cidade Natar !

Conceição Rio Verde, 24 Abril de 2011-04-26

Obs. Este poema foi criado para homenagear a cidade onde nasci, por isso segue alguns erros nas palavras,  fora Criado  a propósito de mostrar a pronuncias usadas na cidade.

Panmela Pacheco

sexta-feira, abril 15, 2011

"Ermo"


Você alguma vez já disse estou sozinho (a)?
Acho que todo mundo já disse isso com todos sentidos que esta frase pode traze a nos.
E quem nunca ouviu aquela frase “Triste é estar sozinho cercado pela multidão”, É! Está frase é bem nítida, porque muita das vezes estamos cercados por milhares de pessoas e não encontramos ninguém a qual possamos conversa, sentimos sozinho, longe de tudo e com vontades de sumir do mapa para sabermos se faremos falta assim como sentimos faltas “daquelas pessoas”, essa pessoa pode ser um conselho de mãe, uma palavra amiga, um abraço forte, um sorriso e um simples olhar,  que fala mais que mil palavras, precisamos disso, precisamos sentir, tocar, abraçar, sorrir, olhar e ver a vida como é linda se dividirmos com alguém,esse alguém pode ser nossa família, amigos, namorado (a), não importa com que grau será compartilhada, mas nada  é melhor do que estar com alguém e se sentir alguém.
Por quê? Porque sentir se sozinho (a) entre a multidão é pior que um tapa na cara, porque se levarmos um tapa ainda haverá o perdão, mas quando se encontra se sozinho nem o perdão pode ser encontrado, este sozinho soa forte em meu ouvido, este significa a mim, chorar lagrimas de sangue, sentir o brado de uma alma em meio à escuridão do esquecimento.
Muitas pessoas sentem se assim por não se abrir ao mundo, mas outros fazem por merecer e outros por não conhecer a Deus, e acha que não há mais solução para sua vida , pensa que tudo acabou e que seus sonhos, projetos e conquistas foram por água a baixo,  afastam se de todos sentindo se sozinho mesmo em meio a tanta gente; a chamada depressão ocorre com está solidão, onde a pessoa isola-se  e começa a  martirizar-se por erros, em vez de tomar como experiências para não cometer os mesmos novamente.
O que a leva alguém a depressão? Por quê elas tentam se matar? Já se perguntaram isso? Pois bem essa doença do século começa com a própria pessoa se isolando e criando seu próprio mundo, uns volta a ser criança sem fazer maldade a ninguém apenas vivem além, longe dos pensamentos reais e outros causam loucuras levando até mesmo a morte, por acharem que tudo acabou sem soluções, essa pessoa aprisionada pela ilusão, por sonhos e conquistas perdidas desistem de lutar. Mais essa doença tem solução? Claro que sim! As pessoas são levadas ao médico (psicólogos) e tem todo cuidado especial por pessoas especializadas e dedicadas nessa área, mas quando não há mais solução para o homem Deus entra com providencia claro se a pessoa der lugar para Deus agir e a família aceita, deixando claro que Deus deixou os médicos para fazer o possível porque o impossível só Ele Faz! (Lucas 1.37). Não importa a religião que você seja o importante é você colocar nas mãos do nosso maravilhoso Deus, porque Ele é único que muda o quadro da nossa história.
Então toda vez que sentir se sozinho lembre se que há um Deus acima de todas coisas que está com você a todo tempo, Ele não te abandona, não deixa e ainda te leva nas mãos, protegendo-o, basta você dar lugar a Ele, porque Deus não entra em nossa vida sem que permitimos, porque Ele é amor, mansidão paz e begnidade, Mesmo no silêncio ele age, porque já sabe nosso pensar. Lembre você não está sozinho (a) Deus está com você!

Para Refletir ;)


Panmela Pacheco

terça-feira, abril 12, 2011

A Caixinha de Música



Estava eu trabalhando quando senti uma vontade de levantar me, e assim me direcionei ao quartinho que tem ao fundo do escritório, e lá estava eu deparada com imenso espelho e uma caixinha de música, não agüentando a curiosidade a abri, e tocava uma suave música ,naquele quartinho escuro, fazendo me lembrar de muitas coisas.Assim fiquei por uns 15 minutos hipnotizada olhando fixamente para aquele espelho.
Naquele momento comecei a refletir todas coisas que vem acontecendo comigo, para mim foi como ponto de partida para eu prosseguir sem medo de errar, percebendo que realmente a vida é uma caixinha de supressa  e dentro dela guardamos tudo aquilo que nos ajudará...”Experiência...” Essa a qual carregamos sem poder ninguém toca lá, rouba lá, mesmo que abram nossa caixinha para ouvir a nossa música.
Esta caixinha representou me o momento quando damos o melhor de nós por alguns minutos e deixamos as lembranças para quem nos ouviu e guardamos as  digitais de quem nos toucou para  ouvir nos. Assim somos nos tocado pela vida.
Muita das vezes não damos o nosso melhor por  medo de errar, por medo de não ser valorizado, por medo de sermos indiferente e de perdemos minutos em nossa vida! Mais é ao contrário, porque quando damos o nosso melhor recebemos da vida grande recompensa, não em valores mas bênçãos espirituais, benção que somente conseguimos enxergar quando damos lugar para Deus agir em nossa vida, e assim Ele se manifestar em nós, dando a nós o melhor desta terra.
Esta me faz lembrar da história do Carpinteiro que estava de partida após muitos anos de trabalho, avisando o patrão que iria embora, o patrão pediu para que fizesse a ultima casa como ele quisesse e com material que desejasse,e assim aquele pedreiro com pensamentos torcidos fez aquela casa com pior material às pressas e sem estrutura alguma, ao termina-la seu patrão entregou a chave  dando a casa como recompensa de anos trabalhando.

Para quem não conhece segue o vídeo.

Pense nisso! E lembre de dar o seu melhor, fazendo tudo como se fosse para você mesmo, pense alto, grande e não espere por recompensas, mas seje gratificante porque conseqüentemente refletirá na vida tudo que fizer de vontade própria dando o seu melhor. Seje você também uma caixinha de música,que ao ser aberta deu seu melhor sem esperar aplausos.

Panmela Pacheco