terça-feira, abril 26, 2011

Cidadezinha


Naquela cidadezinha foi onde nasci,
É naquela cidadezinha que aprendi
O Uâi,
Oh burro!
E gírias do dia-a-dia.

É nela mesma que tem pão de queijo
Goiabada, doce de leite,
É naquela cidadezinha tão pequenininha
Mais cheios de historinha daquela menininha.

Mamãe e Papai se conheceram por aqui,
Mamãe conhecida pela beleza,
Papai pela esperteza.
É cidadezinha!

Uâi !
É tudo bonitinho prâ raio sô!
As mais simples falas cantadas,
As mais simples árvore já plantada.

Não me importa o tamanho
Este é o lugar,
É, é aqui que vou ficar!
Nas Minas Gerais, a minha cidade Natar !

Conceição Rio Verde, 24 Abril de 2011-04-26

Obs. Este poema foi criado para homenagear a cidade onde nasci, por isso segue alguns erros nas palavras,  fora Criado  a propósito de mostrar a pronuncias usadas na cidade.

Panmela Pacheco

Nenhum comentário:

Postar um comentário