quinta-feira, março 14, 2013

"Chegue logo amanhã"



Cada lágrima que cai,
Cada suspiro que dou,
Cada pensamento sem noção,
Deixa me calada,
Prostrada ao chão.
Eu já tentei esconder através de um sorriso.
Já tentei até mesmo dormi,
Para esta dor não ser lembrada.
Mais é tão forte que consome o meu corpo,
Consome a minha mente,
Atrapalhando meu sono,
Transformando em pesadelos.
Uma dor sem fim,
Sem uma explicação,
Uma alma angustiada,
Chamando a solução.
As lágrimas malhão o chão,
Com o suspiro de dor,
Sofrimento tornando me mais fria.
E o dia não termina.
Será que está dor passa?
Será que a lágrimas seca?
Será que dessa noite passa?
Será que amanhã chega?
O papel, meu desabafo.
Minhas lágrimas, um desenlace.
Cada suspiro, meu alívio.
Será que o tempo passa?
As horas e o tempo veem?
E chegará o sol para secar cada lágrima que meus olhos veio derramar?
E o dia terminará em tempestade?
Que venha um novo dia, com novo brilho do sol.
Novas oportunidades para sonhar,
E acabe logo com essa dor, para minha alma descansar.
Tempo! Passe logo, por favor?
Panmela Pacheco

Nenhum comentário:

Postar um comentário