quinta-feira, agosto 30, 2012

“Vida interrogativa”




Subir ou descer?
Sorrir ou chorar?
Gritar ou cantar?
Falar ou expressar?
Sonhar ou realizar?
Andar ou desfilar?

São interrogações que a vida nos ensina na prática.
Subimos quando preciso,
Descemos sempre que devido.

Sorrimos quando estamos tristes,
Mais também choramos de alegria.

Falamos às vezes demais,
E acabamos nos expressando mal.

Sonhamos alto,
Realizamos o que alcançamos com fé.

Andamos sem destino,
Mais desfilamos quando quer.

Apreendemos cada passo que a vida proporciona,
Conseguimos refletir e conquistar cada espaço,
As curiosidades nos ensina ver o que no mundo há,
Deixa as interrogações,
Muita das vezes sem noções.

Recebemos as exclamações,
E perdemos as emoções.
A vida é assim, boa, à toa,
De quem não tem nada pra pensar,
Ou até mesmo pergunta.

A vida é feita dos espertos curiosos à pergunta...
Mais, onde foram parar as interrogações?


Panmela Pacheco 

Nenhum comentário:

Postar um comentário